Oferece Terapias e Cursos, para que você se desenvolva num ambiente propício, e consiga transformações significativas na sua vida.

Monica Dorin Schumer

Psicóloga e Terapeuta Familiar

Especializada em desenvolvimento infantil e conexões entre pais e filhos

S. 0. S. casamento ou vida a três

É uma matéria para ajudar os casais a manterem o casamento numa boa depois do nascimento dos bebês. Deve ter muitas dicas e alguns personagens interessantes (histórias fortes, divertidas, emocionantes de casais que superaram as crises desse início de vida a três) no meio da matéria.

Box: 0s 7 maiores motivos de stress nessa fase e como se livrar deles.

Sugestões para manter a vida de casal apesar de serem pais

  1. Sempre que possível conversar sobre as questões que incomodam, porque ninguém tem bola de cristal...
  2. Pedir ajuda quando o cansaço bater.
  3. Reservar pelo menos 1 noite para sair só o casal , nem que for por algumas horas.
  4. Dormir quando o bebê dorme. O descanso é vital para o bem estar de todos.
  5. Conformem-se. As formas femininas voltam, mas é preciso paciência. Dê tempo ao tempo.
  6. Chamar o pai para participar da vida do bebê. Afinal ele ajudou a fazer...
  7. Procure um profissional se nada acima funcionar: seu Ginecologista, Pediatra ou Terapeuta e peça uma segunda opinião. Não vá só na conversa da comadre. Ela não é necessáriamente imparcial.

Box: Vale a pena procurar um Terapeuta Familiar se o problema se intensificar?

Um Terapeuta Familiar ou de Casal pode ajudar o casal em questão em vários aspectos: pode 'traduzir'para o outro a queixa, dando uma nova luz ao entendimento entre o casal. Quando se diz que o homem pensa diferente da mulher, não só implica numa questão de gênero, mas pode atingir a um nível de tradição familiar, que nos faz tão diferentes uns dos outros. Por isso o profissional capacitado em ouvir os dois lados da questão, pode ajudar a se construir uma nova solução específica para aquela família. Não existe uma única solução para este tipo de situacão. Cada casal deve procurar o que melhor se adapta à sua realidade.

Pergunta: Quais as mudanças mais evidentes para um casal com a chegada das crianças, em especial, do primeiro filho?

A rotina passa a depender das necessidades do novo bebê. Se é uma mãe de 1o viagem, normalmente mais ansiosa e com inúmeras dúvidas, alguém que dê tranquilidade à mãe facilita a assimilação das novidades que um bebê traz. Pode ser o pediatra, o ginecologista, parentes ou amigas que já tiveram filhos antes.

O casal sai menos de casa, porque a demanda de amamentação, troca de fraldas e sono do bebê, nos primeiros 3 meses deve ser respeitada. Porém, com só um filho - mesmo que pequeno- fica mais fácil levar debaixo do braço para um lado e para outro. Com dois ou mais fica mais difícil. Eu mesma levava meu primeiro filho para todos os restaurantes e casa dos amigos depois dos 3 meses, quando o pediatra liberou. É muito importante a mãe ver outras caras e vivenciar outras situações, para que não fique 'bitolada' (gíria do meu tempo) só com o bebê.

Fonte: Revista Meu Nenê